TRÍPLICE BACTERIANA (dTp / dTp ACELULAR)

Segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Em recém-nascidos prematuros, hospitalizados ou não, deve-se preferir a forma acelular da vacina, que está relacionada com menor risco de eventos adversos.

Importância da prevenção: A difteria, provocada pela bactéria Corynebacterium diphteriae, é uma doença infectocontagiosa respiratória que atinge a faringe, a laringe e as amídalas. É muito comum na infância, especialmente após gripes e resfriados em crianças não imunizadas. Pode provocar complicações graves, como a inflamação da epiglote, que pode levar ao sufocamento. Arritmia cardíaca e insuficiência renal também podem surgir em casos mais severos da difteria.
O tétano, embora não seja contagioso, é uma perigosa doença infecciosa, causada pela bactéria Clostridium tetani, que atinge o organismo por meio de lesões na pele (cortes, arranhões, mordidas), causadas por plantas ou por objetos, principalmente metais enferrujados ou por animais contaminados. O tétano provoca rigidez muscular e ameaça a vida caso atinja os músculos respiratórios.
Já a coqueluche, também conhecida como tosse comprida ou pertussis, é provocada pela bactéria Bordetella pertussis. É uma doença muito contagiosa, transmitida por saliva e gotículas expelidas pelo doente ao tossir, espirrar ou falar. Após uma fase de tosse com bastante catarro, o paciente passa a exibir acessos de tosse intensa, nos quais fica difícil até mesmo respirar. Por isso, a coqueluche é perigosa em crianças e idosos.